O principal indicador que mede o clima de negócios na zona euro recuou 0,05 pontos em fevereiro, face a janeiro, para os 0,07, contra os 0,12 do primeiro mês deste ano, divulgou esta quinta-feira a Comissão Europeia.

Segundo a Direção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia, o declínio deve-se a uma avaliação mais negativa dos empresários das expectativas de dois dos componentes do indicador: expectativas de produção e carteira de exportações.

Já a disponibilidade de produtos para entrega foi revista em alta, enquanto as expectativas sobre o histórico de produção se mantiveram inalteradas.

A Comissão Europeia não divulga dados por Estado-membro relativos ao indicador do clima de negócios.
 
Já o indicador do sentimento económico aumentou ligeiramente em fevereiro, pelo segundo mês consecutivo, tanto na zona euro como na União Europeia.

Na zona euro, o ISE melhorou 0,7 pontos para 102,1, enquanto no total dos 28 países da UE subiu 0,4 pontos para 105,1.