«Nunca se tirou um tostão. Toda a gente que pôs dinheiro no GES perdeu tudo o que tinha e o que não tinha. Sei de pessoas que tiveram de vender as casas, de verdadeiras tragédias. Os dividendos entravam na conta e, um mês depois, havia aumento de capital no dobro e lá entrava o dinheiro outra vez».





«O aumento de capital ou se faz porque os negócios correm mal ou porque a vontade de crescer e a ganância são tão grandes que se vai buscar dinheiro aos acionistas».




tinha problemas «desde o início do século»

GES entrou no seu grupo através de várias offshores

com José Sócrates

financiamento de vários elementos do GES à campanha de Cavaco Silvaconfirmou a sua parte

Todas as audições, AO MINUTO