Mais de 30% das gasolineiras na Grécia podem estar a cometer fraude, advertiu esta segunda-feira o governo do país.

O Ministério das Finanças helénico publico dados que dão conta que uma em cada três gasolineiras do país poderá ter falsificado as bombas para cobrar mais combustível do que o que é verdadeiramente abastecido.

Esses postos de combustível fraudulentos chegam a ganhar entre 5% e 11% a mais através desta prática.

Como se descobriu que andavam a cometer tal crime? Graças a uma viatura especial que tem instalado um sistema capaz de detetar a gasolina que entra no depósito.

Entre os métodos para enganar os clientes está o de soprar ar em vez de gasolina, prática que os medidores dos veículos comerciais não detetam.

Em Portugal, e segundo a primeira classificação dos postos de combustível a nível nacional, feita pela Entidade Nacional do Mercado de Combustíveis (ENCM), todos têm nota positiva.