Há cinco gasolineiras a operar em Portugal que importam gasóleo de Espanha e não estão a incorporar a quantidade de biocombustível exigida na lei.

Segundo fonte oficial da Secretaria de Estado da Energia, há "cinco operadores não cumpridores das incorporações, a quem foram exigidas compensações que ascendem a 24.394.000 euros e estão em instrução processos com um valor muito próximo daquele", totalizando, portanto, cerca de 48 milhões de euros, segundo noticia o Jornal de Notícias e o Diário de Notícias.

Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas, diz que o mercado de gasóleo rodoviário pode estar viciado por concorrência desleal nos preços, face aos que cumprem as obrigações.

O biocombustível é mais caro do que um combustível fóssil, tornando o produto final mais caro para o consumidor. Os jornais dizem ainda que os cinco operadores se inserem, maioritariamente, no mercado chamado low-cost