O resultado líquido atribuível à Jerónimo Martins caiu 35% no ano passado, face a 2016, para 385 milhões de euros, mas em base comparável subiu 6,7%, anunciou esta quarta-feira a dona do Pingo Doce.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Jerónimo Martins adianta que "excluindo a contribuição da Monterroio em 2016, o resultado líquido apresentou um crescimento de 6,7% relativamente ao mesmo período do ano anterior".

As vendas subiram 11,3% para 16.276 milhões de euros e o resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) subiu 7% para 922 milhões de euros.