O lançamento de papagaios de papel, passeios de parapente ou brincar com aviões telecomandados são algumas das atividades proibidas durante a reunião dos chefes de Estado e de Governo da Ásia-Pacífico na ilha indonésia de Bali.

A proibição aplica-se, pelo menos, nas áreas próximas do aeroporto da ilha e em volta do centro de convenções onde segunda-feira os líderes de vinte países participam no Fórum para a Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC).

Kadek Arya, tenente-coronel responsável pela segurança da conferência, disse esta semana que a medida se destina a evitar quaisquer incidentes com helicópteros ou aviões militares que sobrevoam o local.

O Presidente chinês Xi Jinping, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, o Presidente indonésio Susilo Bambang Yudhoyono, o chileno Sebastián Pinera e o peruano Ollanta Humala são alguns dignitários que participam na reunião de 07 e 08 de outubro.

A maioria das ruas de Nusa Dua, zona de Bali onde desde a última quarta-feira decorrem reuniões preparatórias, foi encerrada ao trânsito e estão instalados postos de controlo policial e militar.

Mais de 15.000 elementos das forças de segurança garantem proteção aos líderes dos países participantes, aos delegados e jornalistas presentes no evento.

Com 6.000 turistas a chegarem diariamente a Bali, parte do aeroporto está encerrado durante várias horas por dia para permitir a chegada das delegações e 12 fragatas militares estão atracadas em volta da ilha.

Na agenda de trabalhos estão medidas para estimular o crescimento económico e a integração da região e de combate aos perigos que ainda decorrem da crise financeira, principalmente devido à desaceleração económica na zona euro.

Com um mercado de 3.000 milhões de pessoas, a zona APEC é responsável por 55 % do Produto Interno Bruto do planeta e por 44 % do comércio mundial e integra a Austrália, Brunei, Canadá, Chile, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Filipinas , Hong Kong , Indonésia, Japão, Malásia, México, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, Peru , Rússia, Singapura , Tailândia, Taiwan e Vietname.