A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, anunciou, este domingo, que a Grécia se comprometeu a pagar a dívida ao FMI, no valor de 450 milhões de euros, até ao próximo dia 9 de abril.

O anúncio foi feito depois do «encontro informal» sobre o programa de reformas de Atenas, mantido com o ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, em Washington, precisamente a poucos dias do fim do prazo de pagamento do referido empréstimo ao FMI.

«O ministro Varoufakis e eu trocámos impressões sobre os atuais desenvolvimentos e ambos concordamos que a cooperação efetiva é do interesse de todos. Constatamos que a incerteza contínua não é do interesse da Grécia, pelo que me congratulo com a confirmação feita pelo ministro de que o pagamento devido ao Fundo será efetuado no próximo dia 09 de abril», afirmou Christine Lagarde, citada num comunicado publicado no portal do FMI.


O vice-ministro das Finanças grego, Dimitris Mardas, já tinha reafirmado, no sábado, que a Grécia dispõe de dinheiro suficiente para pagar esse empréstimo, bem como salários, pensões e outros compromissos devidos ao longo da próxima semana.

«Manifestei o meu apreço relativamente ao compromisso do ministro de melhorar a capacidade das equipas técnicas em trabalhar com as autoridades para a realização das devidas diligências em Atenas, e de melhorar as discussões políticas com as equipas em Bruxelas», disse a diretora-geral do FMI, indicando que ambas retomam hoje a sua atividade.

«Reiterei que o Fundo mantém-se comprometido em trabalhar com as autoridades para ajudar a Grécia a regressar ao caminho sustentável de crescimento e emprego», concluiu Christine Lagarde.