«Os casos de incentivos ao abate não foram suficientes para acabar com o envelhecimento do parque automóvel na Europa. O Observador Cetelem já dava conta de um parque envelhecido de 7,9 anos em 2006; situação que continuou a progredir ultrapassando agora a média dos 9 anos na Europa e de 10,6 anos em Portugal», explica Diogo Lopes Pereira, diretor de marketing do Cetelem.