As comissões de avaliação bipartida deram parecer favorável a 11.575 pedidos de regularização de trabalhadores precários do Estado, tendo sido homologados 6.779 pareceres, estando os serviços a preparar a abertura de concursos, disse hoje o ministro das Finanças.

Mário Centeno, que falava na comissão parlamentar do Trabalho e Segurança Social, anunciou que foram deliberados "11.575 pareceres favoráveis pelo conjunto das comissões de avaliação bipartida e 6.779 pareces favoráveis homologados referentes à administração direta e indireta, estando os serviços a preparar a abertura de procedimentos concursais respetivos".

Segundo adiantou o ministro, neste momento já estão abertos 167 concursos em diversas áreas governativas no âmbito do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários do Estado (PREVPAP).

O ministro das Finanças sublinhou que o Governo "está a cumprir a regularização das situações de precariedade" na administração pública e lembrou as medidas já tomadas para os trabalhadores do Estado, entre elas a eliminação dos cortes salariais, a reposição do horário das 35 horas e das horas extraordinárias ou o descongelamento das carreiras.

Já a secretária de Estado da Administração Pública, Maria de Fátima Fonseca, disse que na administração local foram abertos até agora 2.306 procedimentos no âmbito do PREVPAP para 5.642 postos de trabalho.