O primeiro cabo submarino de fibra ótica direto entre a Europa e a América Latina, através de Sines, vai começar a ser instalado até ao início de 2018, com um investimento de cerca de 170 milhões de euros.

Sines vai ser assim a porta de entrada do primeiro cabo submarino de fibra ótica, que liga diretamente a América Latina à Europa, sem passar pela América do Norte.

Trata-se de um projeto da empresa hispano-brasileira Ellalink, que deve avançar entre o "final deste ano e o início de 2018", disse à agência Lusa o diretor comercial da empresa, Jesús Bernad.

A empresa hispano-brasileira vai instalar a "estação" da estrutura em Sines, no Centro de Negócios da Zona Industrial e Logística, gerido pela AICEP Global Parques.