Depois da Uber, a Cabify está prestes a chegar a Portugal. A plataforma que presta serviços de transporte concorrente da Uber anunciou a vinda para Lisboa no Facebook.

A Cabify já atua noutros mercados, o valor da viagem é calculado apenas com base na distância percorrida, ignorando o tempo passado no trânsito.

O preço da deslocação é por isso revelado ao cliente assim que este acede à aplicação e escolhe a viagem. Tal como a Uber, tem a versão light e executivo.

Trata-se de uma empresa espanhola que já atua em 14 cidades de vários países. Entre eles, estão Espanha, Brasil, México, Peru e Chile.

Em Portugal, os taxistas declararam guerra aberta à Uber e, em breve, vão ter um novo concorrente.

Ainda na semana passada, milhares de taxistas marcharam em protesto contra a Uber desde o Parque das Nações até à Assembleia da República, em Lisboa. O percurso demorou seis horas e entupiu a cidade. Ao final da tarde, os taxistas conseguiram reunir-se com o presidente da Câmara Municipal de Lisboa. O protesto aconteceu também no Porto e em Faro.

Um dia depois, conseguiram reunir-se com o secretário de Estado do Ambiente, que deu algumas garantias aos taxistas: por exemplo, as conclusões que o grupo de trabalho apresentar terão de ser aplicadas a todos os operadores do setor. De lá, os profissionais do ramo saíram falando em "meia-vitória"