O comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, advertiu hoje que a Grécia tem "decisões difíceis" a tomar até ao fim do ano para beneficiar da ajuda financeira dos credores.

"Há desafios, haverá decisões difíceis a tomar até ao fim do ano", declarou Moscovici em entrevista à AFP, antes de iniciar na terça-feira uma visita de dois dias a Atenas.

A Grécia está à espera que seja disponibilizada uma prestação de 2 mil milhões de euros do empréstimo de 86 mil milhões que lhe foi concedido em julho passado, o terceiro resgate ao país desde 2010, em troca de reformas estruturais e de uma consolidação orçamental.