O índice de referência de Portugal, o índice PSI20, fechou a subir 2,63%, apoiado principalmente nos ganhos de Galp, Jerónimo Martins e EDP, num dia de recuperação, impulsionado por dados macroeconómicos robustos nos Estados Unidos.

Contudo, a contrastar, as ações da Portugal Telecom afundaram 9,06% para 1,214 euros. Nota a Reuters que hoje, a Morgan Stanley reiniciou cobertura da PT, atribuindo-lhe um preço alvo de 0,79 euros, bem abaixo da cotação atual.

As ações portuguesas renovaram ontem mínimos de 2012. Hoje, contudo recuperaram, tendo o PSI20 fechado com 15 dos 18 títulos no verde.

A Galp avançou 4,93%, a Jerónimo Martins 4,68% e a EDP 2,18%. Também a apoiar o índice, a NOS somou 3,84%.

No sector financeiro, o Millennium bcp ganhou 3,23% e o BPI 4,21%.

O Tribunal de Comércio do Luxemburgo negou hoje a proteção contra credores pedida por duas holdings insolventes da família Espírito Santo, a Rioforte e Espírito Santo Internacional, que avançam para um processo de liquidação de ativos.

Os mercados europeus, em brusca recuperação, beneficiaram da maior subida diária em 15 meses, fechando a subir entre 1,85% em Londres e 7,2% em Atenas.

A ajudar, dados dos pedidos de licenças para novas casas nos Estados Unidos subiram em Setembro, assim como uma leitura positiva do sentimento dos consumidores em Outubro.

Ontem, os pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos, contabilizados semanalmente, recuaram para mínimos de 14 anos.