À terceira tentativa, a Bolsa de Londres (London Stock Exchange) e a Bolsa alemã (Deutsche Bör) chegaram a um acordo de fusão. O negócio dará origem ao maior operador bolsista europeu, avaliado em cerca de 27 mil milhões de euros.

Juntas, as duas empresas prevêm reduzir custos e alcançar poupanças de cerca 450 milhões de euros.

A fusão representa o acordo de maior dimensão  entre operadores bolsistas desde que a Intercontinental Exchange comprou a Nyse Euronext em 2013. 


A nova empresa ficará com uma posição dominante no mercado europeu e vai rivalizar com os gigantes mundiais. 

A bolsa portuguesa integra uma plataforma diferente, a Euronext, onde estão incluídas as praças de Paris, Bruxelas e Amesterdão.

As bolsas europeias iniciaram a sessão em alta, à espera da reunião da Reserva Federal norte-americana, mas também expectantes com este anúncio.