A Volkswagen deu esta quarta-feira uma empurrão às bolsas europeias, depois de Martin Winterkorn ter anunciado a demissão de Chief-Executive Officer (CEO) da marca alemã. Os títulos da maior construtora automóvel da Europa terminaram a sessão em alta de 5,19%, para os 111,5 euros, depois de, nos dois dias anteriores, os títulos terem perdido mais de um terço do seu valor.

A valorização da Volkswagen permitiu às bolsas europeias aliviarem dos mínimos do último mês: o índice Dax, da bolsa de Frankfurt, ganhou 0,44% e o índice EuroStoxx 50, que agrupa as cinquenta maiores empresas europeias, valorizou 0,32%.

Lisboa ganha 0,39%


Lisboa não foi exceção ao desempenho do resto da Europa e terminou com uma valorização de 0,39%.

Os títulos que mais contribuíram para a subida da praça nacional pertencem ao setor da pasta e do papel: a holding Semapa ganhou 3,221%, a Portucel 2,659% e a Altri 1,438%. Destaque ainda para os ganhos da Sonae, 1,685%, e da Jerónimo Martins, 0,673%, dois pesos pesados do índice PSI 20.