Os mercados europeus seguem em terreno misto, oscilam entre ganhos e perdas ligeiras, exceção feita a Frankfurt, que sobe 1,1%.

Sem surpresas para os investidores, o Eurogrupo de ontem terminou sem acordo entre a Grécia e os credores internacionais. Há novo encontro agendado para a próxima segunda-feira, desta vez com os chefes de governo dos estados-membros. 

Paris sobe 0,3%, Madrid ganha 0,2% e Londres e Milão descem 0,2%.

Em Lisboa, o PSI-20 sobe 0,61% nos 5.617,06 pontos, com a maioria das cotadas a negociar em terreno positivo.

Exceção feita ao BPI, que trava maiores subidas, ao deslizar 3,9%, para os 1,21 euros por ação. Mas já esteve a cair 7% na sessão de hoje.

Ontem o Caixabank resolveu retirar a oferta pública de aquisição ao banco, depois dos acionistas terem chumbado a desblindagem de estatutos, condição essencial para o sucesso da OPA. A negociação das ações esteve suspensa ontem durante quase toda a sessão.

A cotada que mais sobe é a Teixeira Duarte, 4,9%, com os títulos a cotar a 0,54 euros.Também a Pharol sobe 3%, com as ações a valer 0,41 euros.

O BCP avança 2,4%, mantendo o preço das ações em 0,08 euros.