A Bolsa de Lisboa terminou a sessão desta segunda-feira em terreno negativo, acompanhando a tendência europeia. O índice PSI 20 recuou 1,02%, para 5.295 pontos, arrastado pela desvalorização de alguns pesos pesados, com destaque para a petrolífera Galp.

A Galp desvalorizou 1,941%, para 10,860 euros por ação, acompanhando a queda do setor na Europa, por causa do recuo dos preços do petróleo. O barril do Brent – preço de referência europeu – recuou para 36,83 dólares, o valor mais baixo desde meados de 2004.

A penalizar a bolsa de Lisboa estiveram também os títulos da banca, com o Millennium BCP a cair 2,119% e o BPI 1,034%, no dia em que registou a cisão de ativos africanos, apesar da oposição da acionista Isabel dos Santos.

Dia negativo também para os títulos do retalho, com a Sonae a perder 1,887% e a Jeronimo Martins 0,878%, numa sessão marcada pela fraca liquidez na Europa, devido ao período das festas.