O Haitong Bank, ex-BESI, registou um resultado líquido negativo de 21,4 milhões de euros entre janeiro e junho, valor que compara com o lucro de 292 mil euros obtido em igual período de 2015, informou hoje o banco de investimento.

O primeiro semestre de 2016 ficou marcado por uma elevada volatilidade nos mercados financeiros e por uma moderação das expectativas de crescimento global. Estes receios atenuaram-se no decorrer dos primeiros meses do ano, aliviando a aversão ao risco. No final do período, verificou-se um novo aumento de instabilidade nos mercados, induzido pelo referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia", realçou em comunicado o banco liderado por José Maria Ricciardi.

E acrescentou: "Este contexto desfavorável assim como as condições adversas de financiamento condicionaram a atividade do Haitong Bank nas várias geografias onde tem presença. Fortemente apoiado pela Haitong Securities, o Haitong Bank iniciou a implementação de um conjunto de iniciativas com o objetivo de fazer face a este enquadramento adverso e aumentar a sua rentabilidade".

No entanto, o Haitong Bank sublinhou que "as iniciativas desenvolvidas neste período tiveram um impacto negativo nos custos, mas não se traduziram ainda num aumento de receitas".

O produto bancário baixou 21% para 63,3 milhões de euros, tendo a atividade internacional representado 80% do produto bancário consolidado, com o Brasil a registar a maior contribuição no período.

As comissões caíram 39% para 28,7 milhões de euros e a margem financeira recuou 7% para 22,9 milhões de euros.

Já o total de custos operacionais fixou-se nos 79,1 milhões de euros negativos, ao passo que o resultado operacional foi de 15,8 milhões de euros negativos.