O presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou esta sexta-feira que vai nomear o antigo governador do banco central de Israel Stanley Fischer para número dois da Reserva Federal (Fed).

Se esta nomeação for confirmada pelo Senado, Fischer, 70 anos, que tem dupla nacionalidade (israelita e norte-americana), substituirá na vice-presidência Janet Yellen, que assume a 1 de fevereiro a liderança do banco central norte-americano.

Fischer é reconhecido pelo sua experiência em política económica, apontou Obama em comunicado, afirmando acreditar que o escolhido «formará uma equipa fantástica com Yellen».

Antigo número dois do Fundo Monetário Internacional (1994-2001), Fischer esteve à frente do banco central israelita durante oito anos, até junho passado. Também foi vice-presidente do banco norte-americano Citigroup entre 2002 e 2005.

O presidente norte-americano anunciou ainda a nomeação de Lael Brainard, que deixou o cargo de subsecretário do Tesouro com o pelouro das questões internacionais, para um dos cargos de governador do banco central norte-americano.

«Lael Brainard foi um dos meus conselheiros mais dignos de confiança em matéria de economia internacional num momento difícil do país e da economia mundial», considerou Obama.

O presidente norte-americano também comunicou a intenção de renovar o mandato de Jerome Powell, que faz parte do conselho de governadores da Fed desde 2012 e cujo mandato termina a 31 de janeiro.

Powel foi um alto dirigente do Tesouro durante a administração de George W. Bush.