A segunda tentativa de venda do Novo Banco arranca na próxima semana.
 
Segundo o Diário Económico, falta ainda concluir o caderno de encargos da operação que deverá sofrer algumas alterações em relação ao primeiro processo de venda.
 
No final do ano passado, o Novo Banco foi recapitalizado: o montante ascende a dois mil milhões de euros para cumprir os rácios exigidos pelo BCE e 600 milhões de euros para cobrir os prejuízos do banco.
 
Os assessores financeiros do Banco de Portugal vão agora retomar contactos com potenciais interessados na compra do banco.
 
Até ao cancelamento da primeira tentativa de venda, o regulador já tinha assumido custos de 17 milhões de euros só em assessoria jurídica e financeira.