BlackRock e Allianz são as entidades mais penalizadas pela solução anunciada pelo Banco de Portugal para a capitalização do Novo Banco, escreve o Diário Económico.

As posições conjuntas destas entidades correspondem a cerca de 25% do valor total das obrigações transferidas do Novo Banco para o BES “mau”.

A Bluebay Asset Management, UBS, Danske Bank e Fidelity também estão na lista das entidades que enfrentam mais perdas.

Além dos investimentos no Novo Banco, a BlackRock e a Allianz têm, em conjunto, mais de dois mil milhões de euros aplicados no mercado português.

Se falamos apenas das participações qualificadas, a BlackRock detém posições na EDP, Galp, BCP e NOS e também mais de 770 milhões aplicados em dívida soberana portuguesa.

Já a Allianz detém também uma posição avaliada em cerca de 200 milhões na bolsa portuguesa, tem 8,42% do BPI e 5,04% dos CTT.