Termina hoje o prazo para a entrega das propostas vinculativas para a compra do Novo Banco.

Na corrida à aquisição da instituição bancária estão cinco candidatos e tudo indica que, depois, ainda haja espaço para uma espécie de leilão entre as várias propostas.

De acordo com o Jornal de Negócios, depois da entrega das propostas vinculativas, o Banco de Portugal admite pedir aos concorrentes que melhorem as suas propostas, através de um leilão, se houver necessidade de desempate.

O Financial Times apontou como favoritos à aquisição do Novo Banco os chineses da Fosun ou da Anbang, os únicos dispostos a pagar mais de 4 mil milhões de euros pelo Novo Banco.

Na corrida estão também os espanhóis do Santander e os fundos norte-americanos Apollo e Cerberus.