O BCP suspendeu o processo de venda do ActivoBank por três meses, escreve o Jornal de Negócios.

A lista de potenciais compradores já estava reduzida a dois candidatos, o banco de capitais angolanos Atlântico Europa e o fundo britânico de private equity Cabot Square.

Os interessados foram avisados deste adiamento, mas ainda não estará definido em que moldes é que a operação será relançada.

A decisão é conhecida poucos dias depois do BCP ter chegado a acordo com a sociedade angolana Global Pactum para a fusão do Millenium Angola com o Privado Atlântico.

O processo de venda do ActivoBank ficou reduzido a dois interessados depois dos CTT terem desistido da operação ainda durante o verão.