«O BCE é o primeiro a querer recomeçar a financiar a economia grega», disse Draghi, «desde que as condições sejam respeitadas», o que não acontece nesta altura, considerou.








reunião do Conselho de Governadores do BCE

«A última coisa que se pode dizer é que o BCE não apoia a Grécia», disse Draghi, insistindo que a instituição «é governada com regras» e que, essas, não podem ser ultrapassadas para favorecer um país.