A ex-ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, o presidente executivo da Galp, Carlos Gomes da Silva, e o ex-presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, são os três portugueses que participam na reunião de Bilderberg que começa hoje e dura até domingo, em Dresden, na Alemanha.

Barroso vai substituir Francisco Balsemão que tomou decisão de deixar de marcar presença num dos clubes mais exclusivos.

Os portugueses fazem parte dos 130 convidados que vão discutir assuntos como a China, a crise migratória na Europa, a Rússia, o Médio Oriente, a atual situação política dos EUA entre outros.

Criado em 1954, o Grupo Bilderberg reúne-se todos os anos numa localização que permanece desconhecida até um mês antes do início do evento. Os participantes (entre 120 e 150) só são revelados na véspera e incluem membros da elite política europeia e norte-americana, especialistas em finanças, na indústria, entre outros.