Uma greve na TAP está perto de tornar-se uma realidade.

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) marcou um plenário para a próxima quarta-feira, dia 15 de Abril. Num comunicado enviado ontem aos associados, o Sindicato alega que a companhia aérea e o Governo não estão a honrar os compromissos e garante que «as consequências serão severas».

«É indispensável que os pilotos enviem agora um sinal forte e claro aos potenciais investidores de que existem compromissos passados que devem ser respeitados. Pelo Governo e pela TAP. No caso contrário, as consequências serão severas», lê-se no comunicado.

Este plenário surge na sequência do impasse considerado «insanável» nas negociações com a administração da TAP e que mereceu fortes críticas do Governo.
 
Neste comunicado, o Sindicato diz que vai exigir o cumprimento dos acordos porque «as instituições e os homens de palavra honram os seus compromissos», citando uma frase do ministro Pires de Lima, quando foi anunciada a interrupção das negociações.