"Apesar da redução da dívida de curto e de médio e longo prazo, não temos deixado de cumprir responsavelmente com obrigações, nomeadamente em áreas tão sensíveis como a Ação Social, que representa atualmente um dos maiores encargos desta autarquia, e na Educação, onde temos continuamente reforçado o investimento", destacou o autarca, citado num comunicado da Câmara Municipal.

Segundo o município, em setembro, a dívida de médio e longo prazo (empréstimos) era de um milhão e 990 mil euros.

Nuno Moita reiterou ainda o compromisso de reduzir sustentadamente a dívida da autarquia até ao final do mandato.

"Continuaremos, exercício após exercício, a baixar os valores da dívida, assegurando a sustentabilidade das contas públicas municipais, sem prejuízo do desenvolvimento económico e social do nosso concelho, através de uma governação criativa e responsável", sublinhou.