O grupo chinês Fosun aumentou esta sexta-feira a sua oferta para comprar o Club Med, superando uma oferta do empresário italiano Andrea Bonomi.

A batalha pelo controlo do grupo de turismo francês arrasta-se desde a primavera e a Fosun passou agora a sua oferta para 24,6 euros por ação. Bonomi, cuja oferta é de 24 euros, tem até 7 de janeiro para responder.

O Club Med tem 70 recintos de férias em 26 países e emprega cerca de 13 mil funcionários.
A Fosun detém em Portugal a seguradora Fidelidade e a Espírito Santo Saúde.