O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta quinta-feira que a central sindical vai-se opor por «todos os meios» ao aumento da idade da reforma.

«Precisamos de dar sustentabilidade financeira às funções sociais do Estado e particularmente à segurança social», declarou Arménio Carlos à agência Lusa no parlamento.

O sindicalista entregou junto do vice-presidente da Assembleia da República Ferro Rodrigues uma petição contra a alteração da lei de bases da segurança social, que prevê um aumento da idade de reforma.

«Não se pode falar da segurança social sem falar na crise económica em que nos encontramos», ressalvou, enaltecendo que a petição da CGTP conta «em três, quatro semanas» com mais de 61 mil assinaturas.

«A CGTP vai-se opor por todos os meios ao seu alcance contra esta proposta da idade de reforma», advertiu Arménio Carlos.