Os lesados da PT/Oi com investimentos até 13 mil euros podem reaver esses montantes a partir de hoje e até segunda-feira junto da agência bancária onde compraram tais obrigações, anunciou a associação que representa centenas de credores.

Foi uma informação que nos foi dada ontem [segunda-feira] por um advogado da Oi. Os obrigacionistas que fizeram atempadamente o pré-registo online poderão assinar um acordo na agência bancária onde subscreveram as obrigações” para reaver esses valores, disse o presidente da Associação de Lesados da PT/Oi (ALOPE), Francisco Mateus, à agência Lusa.

De acordo com o responsável, em causa estão apenas os credores até cerca de 13 mil euros, visto que esse valor “é aquele que se recebe de imediato e não depende da aprovação do plano de recuperação judicial da Oi”