O primeiro ministro da Grécia, Alexis Tsipras, falou ao telefone com a chanceler alemã Angela Merkel, esta manhã. Ficou acordado que Tsipras vai apresentar novas propostas amanhã à tarde, na cimeira de líderes.

Segundo a Reuters, Tsipras terá prometido a Merkel apresentar uma proposta de acordo para um terceiro resgate na próxima Cimeira do Euro, já esta terça feira, em Bruxelas.

A reunião começa às 17:00, mas antes, às 12:00, haverá uma reunião extraordinária do Eurogrupo para delinear questões técnicas que serão depois discutidas no encontro.
 

A expectativa é grande, numa altura em que Yanis Varoufakis abandonou o cargo. O ministro das Finanças demissionário foi questionado pelos jornalistas sobre se Euclid Tsakalotos iria substituí-lo no cargo, ao que Varoufakis respondeu:  

"Espero que sim".


Varoufakis prometeu ainda uma conferência de imprensa conjunta na terça feira. Euclid Tsakalotos é o representante grego para as negociações com os credores internacionais.

O The Telegraph está a divulgar declarações alegadamente proferidas por Yanis Varoufakis sobre passos drásticos que os governantes poderão ter que tomar, no caso do Banco Central Europeu (BCE) não aumentar a liquidez dos bancos gregos. Segundo o The Telegraph, Yanis Varoufakis disse:

“Se for necessário, lançamos uma liquidez paralela de forma eletrónica. Já devíamos ter feito isso há uma semana”.   


Enquanto decorrem reuniões e movimentações de bastidores, os bancos gregos estão a avançar à agência Reuters que as restrições aos levantamentos poderão continuar por mais alguns dias e que os bancos também poderão permanecer fechados mais tempo do que estaria previsto.

Ao mesmo tempo, a grande maioria dos partidos políticos gregos decidiu apoiar o governo nas próximas negociações com os credores. Apenas os comunistas do KKE e os extremistas de direita da Aurora Dourada não entram na lista dos partidos apoiantes.