A agência de notação financeira ARC Ratings manteve esta sexta-feira o 'rating' de Portugal em 'BBB-' e reafirmou a perspetiva estável, devido à estabilidade política, a uma recuperação económica apoiada nas exportações e a uma "gestão proativa da dívida".

Em comunicado hoje emitido, a agência de 'rating' com sede em Londres e em Lisboa justifica esta decisão com as "forças institucionais que têm apoiado os sucessos na gestão de crises na estabilização da economia" portuguesa e também "uma recuperação económica mais assente nas exportações à medida que Portugal está lentamente a tornar-se mais produtivo e competitivo".

No entanto, a ARC Ratings aponta como aspetos negativos "uma história de crescimento fraco mesmo no período pré-crise, quando a liquidez (e o crédito) eram abundantes", uma "economia não competitiva no geral" e um "elevado endividamento público que torna o país vulnerável a mudanças na confiança do mercado".