A ANA, gestora dos aeroportos portugueses, alertou hoje os passageiros sobre os eventuais efeitos da greve da Groundforce na quinta-feira e recomendou que estes confirmem os voos antes de se deslocarem para os aeroportos.

Num comunicado na sua página de Internet, a ANA «informa todos os passageiros e demais utentes das suas infraestruturas que o tráfego aéreo poderá vir a ser afetado amanhã, dia 15 de agosto, em virtude da greve convocada pelos trabalhadores da Groundforce, uma das empresas de serviços de assistência em terra», nos aeroportos de Lisboa, Porto, Funchal e Porto Santo.

A empresa «recomenda aos passageiros que confirmem os seus voos junto das companhias aéreas, seus representantes locais ou agentes de viagens, antes da deslocação para os referidos aeroportos, bem como se desloquem para os mesmos com maior antecedência».

Lembrou ainda que no aeroporto de Lisboa, por exemplo, as companhias aéreas Aigle Azur, Air France, British Airways, Lufthansa, TAP, Sata ou Vueling integram o grupo de empresas que são assistidas pela Groundforce.

Entre as razões da greve da Groundforce estão os horários de trabalho dos funcionários empresa.