O Governo antecipou para quarta-feira a primeira reunião com as estruturas sindicais da administração pública para que o ministro das Finanças, Mário Centeno, possa estar presente, disse à Lusa fonte sindical.

A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, a Federação Sindical da Administração Pública (FESAP) e a Frente Sindical liderada pelo Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) foram convocadas para uma reunião no Ministério das Finanças para iniciar a negociação anual, que contará também com a presença da secretária de Estado que tutela o setor, Carolina Ferra.

Inicialmente, o primeiro encontro seria na próxima quinta-feira, dia 14, mas, uma vez que Mário Centeno vai estar presente, a reunião foi antecipada um dia.

A Frente Comum, a FESAP e o STE tencionam defender junto da tutela as propostas reivindicativas que já enviaram ao Governo e que são unânimes quanto à reposição imediata dos salários e pensões.

A reposição do horário de 35 horas semanais a todos os trabalhadores da Administração Pública, o fim do regime de requalificação e o descongelamento de carreiras são outras das reivindicações comuns às três estruturas sindicais e serão debatidas com a nova secretária de Estado.