Os eleitores da República de San Marino decidem este domingo, em referendo popular, se o Governo deste pequeno enclave europeu formaliza ou não uma candidatura para se tornar membro da União Europeia.

Além do referendo sobre candidatura a adesão à União Europeia, os 33.303 eleitores registados em San Marino vão ser chamados a pronunciar-se sobre se os salários dos trabalhadores deste microestado europeu devem ser vinculados à taxa de inflação a partir de 1 de janeiro 2014.

Para ser validado, o referendo popular deve contar com uma participação superior a 32%. No pequeno enclave, situado nos Montes Apeninos (Itália), vivem oficialmente 32.448 pessoas, segundo dados do portal IFES Election Guide.