Vários aumentos de prestações sociais previstos no Orçamento do Estado para este ano começam a ter efeitos já neste mês de junho. Em causa, estão o abono de família, o complemento solidário para idosos, a bonificação por deficiência e o subsídio por assistência de terceira pessoa. A garantia da atualização é dada pela própria Segurança Social.

“O pagamento das prestações referidas será efetuado, durante o mês de junho, com os valores que resultam da atualização prevista no Orçamento do Estado e com os retroativos referentes aos meses de abril e maio”

O Instituto da Segurança Social (ISS) detalha, num comunicado enviado às redações, que o pagamento da prestação do valor do Complemento Solidário para Idoso será realizado já esta quinta-feira, 9 de junho, enquanto o das prestações de abono de família, bonificação por deficiência e subsídio por assistência de terceira pessoa será efetuado no próximo dia 16 de junho.

“No mês de julho, o pagamento regular destas prestações já refletirá o valor final com os aumentos operados pelo Orçamento do Estado para 2016”, acrescenta.

O Orçamento do Estado para 2016 prevê o aumento do abono de família em 0,5% para os segundo e terceiro escalões de rendimentos, a atualização em 3% da bonificação por deficiência do abono de família para crianças e jovens e o aumento do valor de referência do Complemento Solidário para Idosos.

Os novos valores

Abono de família

 

Rendimento da família

Escalões

Montantes - Abono de família por criança ou jovem 

Idade igual ou inferior a 12 meses

Idade entre os 12 e os 36 meses

Idade superior a 36 meses

1 Filho

2 Filhos

3 ou mais Filhos

1.º

145,69 €

36,42€

72,84€

109,26€

36,42€

2.º

120,26 €

30,07 €

60,14 €

90,21€

30,07€

3.º

94,61 €

27,21 €

54,14 €

81,63 €

27,21€   

 

Complemento solidário para idosos

Mensalmente recebe 1/12 da diferença entre os seus recursos anuais e o valor de referência do complemento (em 2016, 5.059,00€). No máximo, em 2016, recebe 5.059,00€ por ano, ou seja 421,58€ por mês.

Bonificação por deficiência

Menores de 14 anos 61,26 euros/mês
Entre 14 e 18 anos 89,22 euros/mês
Entre 18 e 24 anos 119,44 euros/mês

Já o subsídio por assistência de 3.ª pessoa passou a ser de 101,17 euros.

Das últimas estatísticas da Segurança Social conhecidas, relativas às prestações sociais atribuídas em abril, percebemos que mais pessoas tiveram acesso ao abono de família e ao Rendimento Social de Inserção e que, por outro lado, houve menos idosos a receber complemento solidário.