A filial italiana do grupo norte-americano Apple aceitou pagar 318 milhões de euros para saldar dívidas fiscais naquele país, na sequência de uma investigação por fraude fiscal, disse à AFP fonte da autoridade tributária italiana.

Um porta-voz da agência tributária italiana confirmou a transação, avançada pelo diário italiano La Repubblica, sem comentários.