O índice de produção industrial registou uma variação homóloga de 7,2% em dezembro, contra a variação de 3,4% em novembro, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o INE, o índice da secção das Indústrias Transformadoras registou uma variação homóloga de 7,3% em dezembro, depois de uma variação de 5,3% no mês anterior.

A secção de eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio passou de uma variação homóloga de -7,5% em novembro para 6,3% em dezembro e a secção das Indústrias Extrativas registou uma taxa de variação de 8,7%, inferior à observada no mês anterior.

No quarto trimestre de 2013, o índice agregado aumentou 4,6% face ao trimestre homólogo, enquanto no trimestre anterior, esta variação tinha sido -1,5%, referiu ainda o INE.

O índice do agrupamento de bens intermédios, que registou uma taxa de variação de 4,6% (variação de -1,2% no trimestre precedente), foi o que deu o contributo mais expressivo para a variação do índice total.

O INE anunciou ainda que, no conjunto do ano 2013, o índice total aumentou 0,9%, depois de ter diminuído 6,1% no ano anterior.

Esta evolução foi determinada principalmente pelo agrupamento de energia, que aumentou 5,8% em 2013, após uma diminuição de 19,2% em 2012.

Os índices das secções das indústrias transformadoras e de eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio aumentaram, respetivamente 1,3% e 0,2%, enquanto o da secção das indústrias extrativas diminuiu 11,8%.