O comissário europeu dos Assuntos Económicos afirmou hoje que o executivo comunitário irá avaliar «durante a primavera» as medidas do Governo croata para corrigir o défice excessivo do país até 2016 e que só depois se pronunciará.

Olli Rehn falava no final da reunião dos ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin), em Bruxelas, numa conferência de imprensa com o ministro das Finanças da Grécia, Ioannis Stournaras, e o comissário do mercado interno, Michel Barnier.

Questionado sobre a adoção de um procedimento por parte de Bruxelas em relação à Croácia devido ao seu défice excessivo, o finlandês referiu que a Comissão Europeia irá «olhar detalhadamente» para as medidas propostas pelo Governo de Zagreb antes de fazer algum tipo de avaliação.

«A Comissão vai analisar o que for feito ao longo da primavera e irá apoiar o Governo croata», afirmou Olli Rehn.

A Croácia aderiu à União Europeia a 01 de julho de 2013, sendo o Estado-membro (28.º) mais recente.