A taxa de desemprego em Portugal desceu 1,7 pontos percentuais para 13,3% em janeiro, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE) esta sexta-feira.

«A taxa de desemprego estimada para janeiro de 2015 foi 13,3%. Este valor é inferior, em 0,3 pontos percentuais, ao estimado para dezembro de 2014», lê-se na nota do INE.

A população desempregada foi estimada em 683,2 mil pessoas, o que representa uma diminuição de 1,5% face a dezembro de 2014 (menos 10,5 mil). A população empregada foi estimada em 4 441,3 mil pessoas, aumentando 0,5% (mais 21,0 mil) face ao mês anterior.

Para estas estimativas foi considerada a população dos 15 aos 74 anos e os valores foram previamente ajustados de sazonalidade.

População empregada subiu em todos os grupos analisados

A população empregada aumentou para todos os grupos analisados pelo INE: homens (0,7%, 15,1 mil), adultos (0,4%, 14,7 mil), jovens até aos 24 anos (2,5%, 6,2 mil) e mulheres (0,3%, 5,9 mil).

A taxa de emprego situou-se em 56,7%, tendo aumentado 0,3 p.p. face ao mês anterior.

A taxa de emprego dos homens (60,6%) excedeu a das mulheres (53,1%), enquanto a taxa de emprego dos adultos foi 62,2% e a dos jovens de 22,9%.

A população desempregada, estimada em 683,2 mil pessoas, diminuiu 1,5% em relação dezembro (10,5 mil pessoas), depois de ter aumentado em dezembro do ano passado.

Entre os jovens, a população desempregada aumentou 1,5% (1,9 mil) e para as mulheres 0,5% (1,7 mil), mas diminuiu para os adultos (2,2%, 12,4 mil) e para os homens (3,6%, 12,3 mil).

A taxa de desemprego das mulheres (13,9%) manteve-se inalterada, mas excedeu a dos homens (12,8%), enquanto a taxa de desemprego dos jovens se situou em 33,6%, menos 0,2 pp do que em dezembro, e a dos adultos em 11,7%, menos 0,3 pp em relação a dezembro.

O INE adianta que a taxa de desemprego não ajustada de sazonalidade foi 13,6%, tendo diminuído 0,2 p.p. face a dezembro e diminuído 1,7 p.p. relativamente a janeiro do ano anterior.