O indicador de sentimento económico do Eurostat para Portugal piorou em fevereiro, depois de seis meses consecutivos a subir, mantendo-se abaixo da média dos países da União Europeia (UE), anunciou hoje a Comissão Europeia.

O indicador de sentimento económico calculado pelo gabinete de estatísticas da Comissão Europeia mede a confiança e as expectativas dos consumidores e empresas quanto à economia.

Em Portugal, o indicador passou de 99,6 pontos em janeiro para 98,6 pontos em fevereiro.

Entre os países que partilham a moeda única, o indicador de sentimento económico cresceu residualmente 0,2 pontos na zona euro para os 101,2 e para os 105,0 pontos na União Europeia, em fevereiro, mantendo a tendência de crescimento verificada desde maio de 2013.