Os Estados Unidos anunciaram esta quinta-feira o seu apoio ao atual presidente do Banco Mundial, o norte-americano Jim Yong Kim, para continuar à frente da instituição.

"Tenho o orgulho de anunciar que hoje os Estados Unidos nomearam o presidente do Banco Mundial Jim Kim para um segundo mandato"

O comunicado é assinado pelo secretário do Tesouro, Jacob Lew.

Um acordo tácito tem permitido que norte-americanos e europeus partilhem a liderança do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional: a primeira cabe a candidatos dos Estados Unidos e a segunda a europeus.