A Sonae Capital apresentou lucros de 1,4 milhões de euros (ME) em 2015 e vai distribuir dividendos no montante de 15 ME, anunciou esta quinta-feira, em comunicado distribuído no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

A presidente executiva da ‘holding’, Cláudia Azevedo, destacou, no balanço do último exercício, o resultado líquido positivo, “um marco importante na história do grupo Sonae Capital”, e a redução “significativa” da dívida, em 85,3 ME, para 149,2 ME, graças designadamente à alienação de ativos imobiliários e financeiros, no montante de 78,6 ME.

O total de proveitos operacionais foi de 186,29 ME, mais 1,4% do que em 2014, graças à rubrica “outros”, que aumentou 63%, para 11,6 ME.

As áreas de negócio do grupo são ‘resorts’, hotelaria, ‘fitness’, energia e refrigeração e AVAC (aquecimento, ventilação e ar condicionado).

Destas, a que gerou mais resultados foi a de refrigeração e AVAC, apesar de terem descido 0,7%, para 60,6 ME.

Seguiram-se as de energia (mais 7%, para 50,6 ME) e resorts, cujos resultados baixaram 27%, para 29,7 ME.

Em 2014, o grupo perdeu 6,3 ME.