Os juros da dívida portuguesa aprofundaram a queda dos últimos dias e estão esta segunda-feira a negociar em valores mais baixos do que os de Itália. Reflexo da decisão da Fitch, tomada na última sexta-feira, de retirar Portugal do nível lixo., tendo até subido o rating em dois níveis, para a segunda categoria de investimento.

A dez anos, o prazo de referência, as Obrigações do Tesouro no mercado secundário estão nos 1,75%.

É preciso recuar até abril de 2015, pouco antes da saída da troika de Portugal, para encontrarmos valores semelhantes. 

Os juros da dívida a dez anos estão ainda claramente abaixo dos juros italianos, que negoceiam nos 1,78% esta segunda-feira. Itália, recorde-se, é quarta maior economia europeia. A última vez que os rendimentos portugueses negociaram abaixo dos seus pares italianos, durante um período sustentado, foi no início de 2010.

Standard & Poor's já tinha feito o mesmo que a Fitch em setembro. Agora, duas das três maiores empresas de rating colocam Portugal com avaliação positiva.

Também a bolsa desfruta a prenda de Natal da Fitch, com o índice PSI20 a subir 0,6% para 5.418,27 pontos. 

O ministro das Finanças, Mário Centeno, congratulou-se logo na sexta-feira com a boa-nova: "Naturalmente, uma boa notícia para a economia portuguesa".

A dívida portuguesa hoje passou mais um teste na classificação e entrou numa liga mais relevante. [A redução de custos de financiamento] vai acelerar nos próximos tempos".

Numa entrevista à Lusa, o recém-eleito presidente do Eurogrupo admitiu que no próximo ano também a Moody's venha a rever em alta o rating atribuído a Portugal: "Há decisões que vão ser tomadas no futuro por outras agências que, com uma enorme probabilidade, seguirão a mesma trajetória" da S&P e da Fitch, disse.

Portugal não ficou ali no limbo, dado que a subida de rating foi em dois níveis. Apesar disso, a Fitch deixou vários alertas, sobretudo quanto à dívida pública ainda elevada e ao persistente nível de crédito malparado. O ministro olha para elas como notas que devem servir de orientação no futuro.