Mais de 100 empreendedores internacionais já pediram informações sobre o StartUp Visa, programa que arranca esta quinta-feira, 15 de março, para a concessão de vistos de residência para projetos de base inovadora em Portugal.

"Existem mais de 100 empreendedores que pediram informação até agora", disse à Lusa fonte do ministério da Economia. A partir de hoje, os empreendedores internacionais interessados podem submeter as suas candidaturas, através do 'site' do IAPMEI - Agência para a Competitividade e Inovação.

Brasil e México são, até agora, as nacionalidades que reúnem maior número de pedidos, bem como Reino Unido.

Em que consiste este programa

O StartUp Visa é, então, um programa de acolhimento de estrangeiros empreendedores que pretendam desenvolver um projeto de empreendedorismo e/ou inovação em Portugal, com vista à concessão de visto de residência ou autorização de residência para imigrantes empreendedores.

Este regime é aplicável a:

  • empreendedores que pretendam desenvolver o seu projeto empreendedor e/ou inovador em Portugal, ainda que não tenham constituído empresa
  • ou que já detenham projetos empresariais nos países de origem e que pretendam exercer a sua atividade em Portugal

Para o efeito, os candidatos à obtenção de um StartUp Visa "devem celebrar um contrato de incubação com uma nova incubadora certificada [...], desde que preencham, cumpram e comprovem previamente um determinado número de pressupostos e requisitos, submetidos à validação e acompanhamento do IAPMEI, quanto à sua realidade administrativa, financeira e ao seu potencial empreendedor, quando da candidatura e durante o programa contratual".

A primeira fase do StartUp Visa ficou concluída com a certificação de 67 das 71 incubadoras que apresentaram candidaturas.