A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) antecipa uma aceleração da melhoria da atividade económica em Portugal, segundo os indicadores compósitos avançados divulgados esta terça-feira.

O indicador mensal para Portugal progrediu 19 centésimas em março, face a fevereiro, para 101,46 pontos, acima do nível 100 que marca a média de longo prazo e acima da média dos países da zona euro, que progrediu oito centésimas para 100,74 pontos.

Os indicadores compósitos apontam para a tendência de evolução futura da atividade económica num período de quatro a oito meses, antecipando inflexões no ciclo económico.