O desemprego na Grécia cifrou-se em abril em 26,9% da população ativa, mais 0,1 pontos percentuais do que em março, segundo dados corrigidos de variações sazonais publicados esta quinta-feira pelo instituto de estatística grego Elstat.

Em relação a abril de 2012, a taxa de desemprego subiu 3,8 pontos percentuais.

No total, estavam registados 1,34 milhões de desempregados em abril, mais 24.025 do que no mês anterior e mais 94.746 do que em abril de 2012.

O número de empregados também aumentou em abril, face a março, até aos 3,64 milhões de pessoas, mais 43.668 do que no mês anterior, enquanto o número de pessoas inativas, as que não têm trabalho nem o procuram, reduziu-se ligeiramente para 3,34 milhões de pessoas, menos 20.218 pessoas do que em março.

O número referente ao desemprego de jovens melhorou ligeiramente em abril, mas continuou em níveis preocupantes, ao atingir 57,5% dos jovens entre os 15 e os 24 anos, contra 58,3% em março deste ano e 51,5% em abril de 2012.

Por género, o desemprego entre as mulheres aumentou de 26,7% em abril de 2012 para 30,5% no mês hómologo deste ano, enquanto entre os homens subiu de 20,5% para 24,2%.

Desde janeiro de 2012, o Elstat anuncia mensalmente apenas dados do desemprego corrigidos das variações sazonais.