"A inclusão de provisões judiciais nessa mesma taxa é inconstitucional, no entendimento da Vodafone, por resultar num mecanismo dissuasor do acesso aos tribunais e à justiça", concluiu a mesma fonte.