A taxa de desemprego em abril nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) manteve-se em 6,9%, tendo Portugal continuado a registar a segunda maior percentagem de desempregados (13%), anunciou a organização esta terça-feira.

A taxa de desemprego de 6,9% da população ativa nos 34 países da OCDE em abril traduz-se em 42,2 milhões de desempregados, menos 6,8 milhões do que no pico de janeiro de 2013, mas mais 7,7 milhões do que o registado em julho de 2008, antes do início da crise.

Os dados revelados pela OCDE indicam que a taxa de desemprego caiu 0,1 pontos percentuais para 11,1% na zona euro e manteve-se em 9,7% na União Europeia.