A grande maioria das câmaras municipais dá tolerância de ponto aos seus funcionários na terça-feira de Carnaval, apesar da decisão do Governo em não dispensar os funcionários públicos.

O Governo não concede tolerância de ponto no Carnaval aos funcionários públicos desde 2012, inclusive, mas a grande maioria dos 308 municípios continua este ano a dispensar os seus funcionários do trabalho na terça-feira de Carnaval e, nalguns casos, também na segunda-feira e/ou na quarta-feira de cinzas.

Na região Norte, apenas cinco das 68 câmaras municipais consultadas pela Lusa confirmaram que os funcionários trabalham normalmente no dia de Carnaval.

Quando faltava clarificar a decisão de quatro autarquias, os dados reunidos pela Lusa indicavam também que 55 municípios dos distritos de Porto, Viana do Castelo, Braga, Bragança e Vila Real dão tolerância de ponto todo o dia e que outros quatro só dispensam os funcionários à tarde.

Apenas Santa Maria da Feira não tinha clarificado se dá ou não tolerância de ponto no Carnaval no distrito de Aveiro, onde os concelhos de Ovar, Estarreja e Mealhada têm tradições carnavalescas que anualmente atraem milhares de pessoas. Neste distrito, em Espinho, só não têm tolerância «o Serviço de Atendimento ao Munícipe (atendimento geral) e serviços indispensáveis do município».

No distrito de Viseu, a generalidade dos municípios dão tolerância todo o dia de terça-feira e apenas Vouzela e Oliveira de Frades decidiram dispensar só 50% dos funcionários.

Em Coimbra, pelo menos 11 concelhos dão tolerância todo o dia de Carnaval, incluindo a câmara da sede do distrito, enquanto Arganil dispensa os trabalhadores apenas no período da tarde.

No interior centro do país, vão dar tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval os municípios de Aguiar da Beira e de Vila Nova de Foz Coa, assim como as 15 câmaras que integram a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e os seis municípios da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa.

Em Santarém, 13 municípios concedem tolerância de ponto, quatro não (Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Santarém e Sardoal), desconhecendo-se a decisão de Abrantes e da Golegã.

Todas as 18 câmaras municipais que compõem o Conselho Metropolitano de Lisboa, entre as quais Loures e Sesimbra, onde há tradições carnavalescas, decidiram dar tolerância de ponto aos seus funcionários.
No distrito de Leiria, têm tolerância o dia todo de Carnaval 11 concelhos, incluindo a capital de distrito e os municípios de Alcobaça e da Nazaré, onde o Carnaval tem mais tradição.

Porto de Mós e Batalha apenas concedem o período da tarde de terça-feira, Ansião não dá qualquer tolerância, Alvaiázere dispensa os funcionários na segunda-feira de Carnaval e o Bombarral ainda não tomou uma decisão.
Ainda na região Oeste, dão tolerância na terça-feira os municípios de Torres Vedras, de Alenquer, do Cadaval, de Arruda dos Vinhos, da Lourinhã e de Sobral de Monte Agraço.

Todas as 14 câmaras do distrito de Beja vão dar tolerância de ponto aos funcionários na terça-feira, assim como todos os municípios do distrito de Évora, onde grande parte destas autarquias dão também tolerância na segunda e/ou na quarta-feira.

No litoral alentejano, Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines, no distrito de Setúbal, também concedem tolerância de ponto no dia de Carnaval.

No Algarve, em Loulé, onde se realiza um dos carnavais mais antigos do país, a autarquia concedeu tolerância de ponto no Carnaval, assim como em Faro, capital do distrito, onde os outros 14 concelhos ainda não tinham decidido.
O governo madeirense concedeu tolerância de ponto na segunda, na terça e na manhã de quarta-feira em todos os serviços, institutos e empresas públicas sob a sua tutela.

Nos Açores, a tolerância de ponto para os funcionários públicos dada pelo Governo Regional decorre na terça-feira, exceto na Terceira, onde é prolongada da tarde de segunda-feira à manhã de quarta-feira, tendo em conta a «importância e período tradicional de realização das danças e bailinhos característicos da ilha».